20 de maio de 2008

>> adriana partimpum

quando eu digo que sou muito parvo e extremamente distraído, algumas pessoas tendem a não acreditar. no entanto, noites como a de hoje comprovam-no categoricamente.

despachada a reunião realizada tarde e a más horas, vi-me obrigado a fazer um contra-relógio até ao coliseu dos recreios, onde certamente a adriana calcanhoto não esperaria por mim para começar a cantar. se lisboa fosse monte carlo e tivesse uma prova de fórmula 1 a percorrer as ruas da cidade, eu era rapazinho para ter a pole-position garantida. e também um book fotográfico nos arquivos dos radares da capital.

enfim. com a sorte descomunal que me é característica para arranjar lugar para estacionar em locais impossíveis, lá consegui chegar ao coliseu a horas decentes.

não se vislumbravam grandes aglomerados de pessoas, e foi com alguma facilidade que cheguei ao balcão para levantar o meu bilhete. já mais descansado, dirigi-me a uma colega que estava em trabalho e depois de uma breve troca de palavras comentei:

- pensei que o coliseu estaria mais composto.
- sim, mas ainda é cedo. o concerto só começa daqui a uma hora.

ponto da situação: hora do concerto -22h / hora de chegada do estúpido - 20h50 / hora do concerto na cabeça do estúpido - 21h / estado do estúpido - sem jantar. com fome.

fiz o meu sorriso de bolso nº 42 e fugi para um café próximo, a fim de inserir qualquer coisa no estômago que já fazia ruídos semelhantes ao de um casal de hipopótamos a procriar.

ver também: elefantes.
ver também: rinocerontes.

não que eu alguma vez tenha ouvido casais de hipopótamos a procriar, mas não consigo imaginar dois hipopótamos a serem meiguinhos e a fazer cafuné durante o coito.

... ok, talvez a popota.

já mais aconchegadinho, lá rumei eu à sala do coliseu, preparado para assistir ao meu primeiro concerto sozinho. logo à minha frente, um casal na casa dos trinta e poucos anos dava beijos que mais pareciam endoscopias. terminada a inspecção ao estômago, o senhor vira-se para o outro lado, dá um beijo na testa de uma senhora mais velha e diz: 'a ti dou com respeito, mãe.'

felizmente, as luzes apagaram-se, o freak show acabou, e a adriana entrou em palco. de havaianas.

a senhora cantou, tocou, interagiu aqui e ali com esporádicas frases curtas, e rapidamente conquistou o público com algumas das suas canções mais famosas. tudo parecia correr bem até que a adriana partimPUM.

passo a explicar: lembram-se do jogo do quarto escuro? foi igual, tirando a parte dos apalpões. à excepção do casal em frente.

pois é, um corte de energia no coliseu.

como é normal nestas situações, todo o staff desapareceu e não havia ninguém para dar satisfações. entre reclamações cá fora, e palminhas lá dentro, passou-se quase meia-hora até que a luz voltou... mas não o som.

a adriana, de boa fé, e sem microfone, cantou mais três músicas para os presentes, que a aplaudiram de pé. mesmo não conseguindo ouvir praticamente nada.

e foi assim, a minha primeira experiência sozinho num concerto, e que vem comprovar que a minha relação com o coliseu começa a tornar-se muito especial. para quem não se recorda ou não leu, é favor consultar este post.

na próxima vez que lá for, prometo avisar aqui com alguma antecedência. garanto-vos que pode ser um espectáculo memorável!

8 comentários:

joanaf disse...

LOL
André não és estupido... és só um bocadinho palerma!! (e isso sao coisas que so acontecem a pessoas que nao usam relógio..). É castigo por nao me teres levado ao concerto! :p mas não faz mal... tb me diverti mto no hard rock e olha, gostei de te ver (2 anos depois lol) =)

beijo

(avisa-me qd voltares ao coliseu ok? :D tb quero assistir a esse espectáculo memorável!)

Leididi disse...

lollllllllllllllllllllllllllllllllllllll
Muito bom!!Ainda melhor do que a descrição de ontem, man!Eu sabia que não me desiludirias :D
A minha parte favorita é a do estômago a fazer sons de hipopótamos a procriar. E dos beijos que parecem endoscopias. E da expressão PartimPum. Vai-se a ver e gostei de tudo.

particula-RG disse...

"adivinha quem vai daqui a pouco ver a adriana calcanhoto à borla?"

Era daqui a muito meu caro amigo! :p

[Giro era se o bilhete fosse para hoje e não para ontem!]

juliette disse...

hahaha, o melhor exemplo daquilo que estávamos a falar no outro dia. Não era preciso tanto, vá, ganhas o troféu de pessoa mais despistada do mundo ;)*

Maga disse...

oh nim, adorei o post! a descrição está deliciosa, tenho estado a rir sozinha que nem uma anormal! e tão familiar que soa... ihihih
melhor sorte para o próximo, é o que te desejo! ;)

Darcy disse...

Ai penim contigo há sempre histórias.


and that's a good thing.

Paula disse...

Realmente, tens cá uma sorte com o coliseu...
Deixa lá! Podia ser pior.
Não sei como mas podia!
:)
Bjs!

paperdoll disse...

sim, acho de muito bom tom avisares da próxima vez que fores ao coliseu, até por uma questão de respeito para com os teus fieis leitores. não vá o tecto do coliseu ruir, ou assim...
de qualquer maneira pensa assim: os concertos a que tu vais podem não ser sempre bons mas pelo menos não são aborrecidos, certo? :)
**