29 de maio de 2008

>> toca e foge

hoje conheci um paciente de um hospital psiquiátrico. um jovem na casa dos vinte e poucos anos, ou talvez menos.

o rapaz é surdo-mudo, comunica basicamente através de gestos e sons agudos que acentuam o seu estado de espírito.

começou por me pedir um abraço. pedido aceite.
depois pediu-me um cigarro. pedido negado.
logo a seguir pediu-me ganza. pedido negado.
por fim apalpou-me. e foi-se embora.

e pronto, era isto.

10 comentários:

joanaf disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!

no bujon? :p

miss gija disse...

:S ...com esta descrição calculo que ainda não conseguiste formular uma opinião...gostaste? eheh

TRASHÉDIA disse...

não é justo, andré!
a mim nunca me apalparam... só me pediram dinheiro... devo ter cara de quem não fuma!
jejejeje

me disse...

Quando um quadro de carinho pelo próximo se transforma em terror ... Só mesmo tu como personagem principal deste filme!

misskitsch disse...

hmmm
e ele estava a tentar comunicar-te o quê?! - esta é a grande pergunta que me fica hoje.

medo!

beijinhos*
do semáforo encarnado a.k.a. me

Darcy disse...

A culpa é da cerejeira encantada.

Lady Oh my God! disse...

tens de rever a tua postura...

Bee. disse...

ora portanto, isso quer dizer que tens ar de quem se droga e que, à partida, tens um belo rabiosque.


=D *

Ruca! disse...

explica lá como é que ele te pediu ganza 'através de gestos e sons agudos'.

tou curioso.

Sophia Loren disse...

cheira-me, ou talvez não, que foste enganado. Ele era gay, estava desesperado e trufas!