11 de fevereiro de 2009

>> bocage em andaimes

já aqui foi mencionado o meu fascínio por um género poético com características tão particulares, singelas e acutilantes, que fazem corar uma peixeira do mercado do bulhão.

falo obviamente, dos piropos à portuguesa.

há poucos dias, passaram pelos meus ouvidos dois exemplos dessa nobre arte de elogiar mulheres, que não posso deixar de partilhar convosco. ora cá vai...

'diz-me quem é o teu ginecologista... para eu ir chupar-lhe os dedos!'

'pareces uma moto-serra... não há pau que te resista!'

a originalidade... a sensibilidade... e a complexidade com que estas autênticas obras de arte foram elaboradas, dariam certamente horas e horas de análise exaustiva. mas infelizmente, não tenho tempo.

portanto, até breve meus pequenos póneis.

6 comentários:

O melhor post de chocolate do mundo! disse...

Me-do! E se estivessem em castelhano tinha a certeza quer tinhas sido tu a dizê-los.

Ca Delicious disse...

Vou arrancar os dentes da frente só para te chupar melhort o grelo... Acho que te ganhei... lololololol

Mafa disse...

Voltei e espero que com mais disponibilidade. As mudanças que a vida dá. Por cá vejo que continuam as criticas mordazes oh Penim!

joana f. disse...

gosto mais daquela do helicóptero...

maria arrtitmia disse...

desculpa a intrusão, mas deixa me contar-te a última que ouvi: "filha, se fosses um monte de legos, montava-te aqui e agora!"

>> nim disse...

ahahha... maria esse é muito bom!